quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Desejo e Incerteza

foto by InaJFS - deviantART

Quarto escuro e sombrio
Corpos quentes e suados
Minha mao passa em tua beleza
Deixando um rasto de desejo
Meus labios tocam teu corpo
Teu beijo é magico!

Sensualidade pura e doce
Beleza em constante evolução
Paixão envolve meu corpo
Desejo aumenta a cada minuto
Medo é o proximo passo
Instalibidade é a conclusão

Posso tocar tua mão
E lá esconder os meus medos
Fecha-los num mar profundo
Encontrar a estabilidade nela
Sentir-me seguro
Mas ao mesmo tempo não

Tua expressão é incerta
Teu olhar é esplendido
Teu sorriso é brilhante
Tuas mãos são velozes
Tuas palavras são divinas

Marco Gomes

12/06/2008

Estado: Incerto na altura

6 comentários:

FlipSoza disse...

nem sabia q tu sabias escrever...

Joana disse...

Gostei desse poema desde a 1ª vez que o li.

não gosto do final, acho que devias encerrar a história

bj

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Ricardo Barnabé disse...

Gostei muito do teu poema, cada vez mais estás a evoluir, e ai está algo bom de se ver, parabéns mano, continua a particar e a escrever algo tão belo como a poesia um abraço.

Steve Clader

Blad3 disse...

hey hey =p
o toque da minha mão faz milagres xDD
(kidding)
Gostei! =)
Continua :) o desejo faz coisas fantasticas xD

c.b. disse...

é um poema carregado de sentimentos, ao ler, sou capaz de visualizar a essência do que descreves! :)

um beijinho*